Endometriose

Já ouviu falar em Endometriose?

A endometriose é um distúrbio doloroso em que o tecido que normalmente reveste o interior do útero, o endométrio, cresce fora útero. A endometriose envolve seus ovários, trompas de falópio e o tecido que reveste a pélvis. Raramente, o tecido endometrial pode se espalhar para além dos órgãos pélvicos.

 

Com endometriose, o tecido endometrial deslocado continua a agir como normalmente faria – ele engrossa, quebra e sangra a cada ciclo menstrual. Como esse tecido deslocado não tem como sair do seu corpo, ele fica preso. Quando a endometriose envolve os ovários, cistos chamados endometriomas podem se formar. O tecido circunvizinho pode ficar irritado, eventualmente desenvolvendo tecido cicatricial e aderências – bandas anormais de tecido fibroso que podem fazer com que tecidos e órgãos pélvicos colem uns aos outros.

 

A endometriose pode causar dor – às vezes grave – especialmente durante o período menstrual. Problemas de fertilidade também podem ocorrer. Felizmente, tratamentos eficazes estão disponíveis.

Sintomas da Endometriose

O principal sintoma da endometriose é a dor pélvica, que ocorre durante o período menstrual. Embora muitas mulheres tenham cólicas durante o período menstrual, as mulheres com endometriose dizem que a dor é muito pior do que o habitual. Elas também tendem a relatar que a dor aumenta com o tempo.

 

EndometrioseOs sinais e sintomas comuns da endometriose:

 

  • Períodos dolorosos (dismenorréia). Dor pélvica e cãibras podem começar antes do período menstrual e prolongar-se por vários dias. Você também pode ter dor lombar e abdominal.
  • Dor com relação sexual. Dor durante ou após o sexo é comum com endometriose.
  • Dor com evacuações ou micção. É mais provável que você tenha esses sintomas durante o período menstrual.
  • Sangramento excessivo. Você pode ter menstruações pesadas ocasionais (menorragia) ou sangramento entre períodos (menometrorragia).
  • Infertilidade. A endometriose é diagnosticada em algumas mulheres que procuram tratamento para infertilidade.
  • Outros sintomas. Você também pode sentir fadiga, diarreia, constipação, inchaço ou náusea, especialmente durante os períodos menstruais.

 

A gravidade da sua dor não é necessariamente um indicador confiável da extensão da condição. Algumas mulheres com endometriose leve têm dor intensa, enquanto outras com endometriose avançada podem ter pouca dor ou mesmo nenhuma dor.

 

A endometriose é por vezes confundida com outras condições que podem causar dor pélvica, como doença inflamatória pélvica ou cistos ovarianos. Pode ser confundida com a síndrome do intestino irritável, uma condição que causa surtos de diarreia, constipação e cólicas abdominais.

Endometriose? Entre em contato conosco.

Causas da Endometriose

Existem diversos fatores que podem causar a endometriose, dentre eles podemos citar:

 

  • Menstruação retrógrada. Na menstruação retrógrada, o sangue menstrual contendo células endometriais flui de volta pelas trompas de falópio e entra na cavidade pélvica, em vez de sair do corpo. Essas células endometriais deslocadas aderem às paredes e superfícies pélvicas dos órgãos pélvicos, onde crescem e continuam a engrossar e sangrar ao longo de cada ciclo menstrual.
  • Transformação de células peritoneais. No que é conhecido como “teoria da indução”, os especialistas propõem que os hormônios ou fatores imunológicos promovem a transformação das células peritoneais – células que revestem o lado interno do abdômen – em células endometriais.
  • Transformação de células embrionárias. Hormônios como o estrogênio podem transformar células embrionárias – células nos estágios iniciais de desenvolvimento – em implantes de células endometriais durante a puberdade.
  • Implante de cicatriz cirúrgica. Após uma cirurgia, como uma histerectomia ou cesariana, as células endometriais podem se unir a uma incisão cirúrgica.
  • Transporte de células endometriais. Os vasos sanguíneos ou o sistema líquido (linfático) dos tecidos podem transportar células endometriais para outras partes do corpo.
  • Desordem do sistema imunológico. É possível que um problema com o sistema imunológico torne o corpo incapaz de reconhecer e destruir o tecido endometrial que está crescendo fora do útero.

Tratamento para Endometriose

O tratamento para endometriose geralmente envolve medicação ou cirurgia. A abordagem que o médico escolherá dependerá de quão severos são seus sintomas e se você espera engravidar.

 

EndometrioseOs médicos geralmente recomendam tentar abordagens de tratamento conservador primeiro, optando pela cirurgia se o tratamento inicial falhar.

 

Medicação para dor

O médico pode recomendar que você tome um analgésico, como os anti-inflamatórios não-esteroides para ajudar a aliviar a cólica.

 

Se você não melhorar com o uso desses medicamentos, o médico pode recomendar o uso de outros métodos.

 

Terapia hormonal

Hormônios suplementares às vezes são eficazes na redução ou eliminação da dor da endometriose. A ascensão e queda dos hormônios durante o ciclo menstrual faz com que os implantes endometriais espessem, quebrem e sangrem. A medicação hormonal pode retardar o crescimento do tecido endometrial e prevenir novos implantes de tecido endometrial.

 

A terapia hormonal não é uma correção permanente para a endometriose. Você pode ter um retorno de seus sintomas depois de interromper o tratamento.

 

Cirurgia para a Endometriose

Se você tem endometriose e está tentando engravidar, a cirurgia para remover os implantes de endometriose, preservando seu útero e ovários (cirurgia conservadora) pode aumentar suas chances de sucesso. Se você tem dor, você também pode se beneficiar com a cirurgia – no entanto a endometriose e a dor podem retornar.

 

O médico pode fazer este procedimento por laparoscopia ou através de cirurgia abdominal tradicional em casos mais extensos. Mesmo em casos graves de endometriose, a maioria das mulheres pode ser tratada com cirurgia laparoscópica.

 

Na cirurgia laparoscópica, o cirurgião insere um instrumento de visualização (laparoscópio) através de uma pequena incisão perto do umbigo e insere instrumentos para remover o tecido endometrial através de outra pequena incisão. Após a cirurgia, o médico pode recomendar tomar medicação hormonal para ajudar a melhorar sua dor.

Agende já sua consulta: (11) 3171-1408 ou 3171-2639

Ligue para nós, agende via Whats App ou clicando no botão.

Fale via Whatsapp